Viagem de carro com seu Pet - Cuidados

10/06/2016

Se você vai viajar para Gramado nas férias de inverno, ficar hospedado no Petit Casa da Montanha e trazer seu pet junto, alguns cuidados são importantes.

 

O site Webmotors elaborou um guia para viajar com seu bichinho de estimação em segurança.

 

Antes de levar o seu animal de estimação para andar de carro, você deve pensar em uma série de detalhes. Não basta colocá-lo no banco de trás e sair tocando o automóvel em direção ao destino. Se não houver uma preparação, o passeio será um transtorno para você e o animal.

 

Poucos sabem, mas no Brasil o transporte de bichos de maneira irregular dá multa pesada e até retenção do veículo. Levar o cãozinho ou o gato no colo e dirigir ao mesmo tempo é infração média (4 pontos na CNH) de R$ 85. Já para quem for pego com animais na caçamba a infração é grave e pode até gerar a apreensão do veículo, além da multa de R$ 129.

 

Então como levar o animal de estimação sem que ele fique isolado ou desconfortável? No mercado, hoje, existe uma infinidade de produtos que podem ajudar você e seu fiel companheiro a ter uma viagem ideal.

 

As caixas de transporte são as melhores quando o assunto é felinos ou cães de pequeno porte. Já quando o animal é maior, a saída pode ser a coleira que se adapta ao cinto de segurança do banco traseiro. Nada, nem ninguém, pode andar no banco traseiro sem estar preso ao cinto de segurança por uma questão simples: a segurança tanto do animal quanto dos passageiros do banco da frente. Em uma freada forte, ou numa batida, a inércia fará com que ele se projete sobre os ocupantes dos bancos dianteiros, uma ameaça grave à vida de todos.

 

Independentemente disso, outra solução interessante são as divisórias em forma de grade que determinam um espaço para o animal (desde que ele esteja devidamente preso). Com ventosas e roscas forradas por borracha, você monta um quadrado de acordo com o tamanho da encomenda.

 

Em caso de gaiolas, sugere-se que elas sejam cobertas para evitar que o pássaro se agite com o barulho e com o movimento não habitual. A gaiola também tem de ser fixada ao banco traseiro

 

Dez passos para sua viagem ser feliz.

 

1º. Não dê alimentos ao animal quatro horas antes do percurso. Para água, a regra deve ser de uma hora antes. Em caso dos felinos, o jejum é de duas horas antes do percurso.

 

2º. Depois de rodar por uma hora, pare o automóvel e desça com o cão para possíveis necessidades fisiológicas. Um pouco de água é necessária para hidratação. Quanto maior o porte do animal, mais curtas devem ser as paradas.

3º. Leve acessórios do animal como ossinhos, brinquedos e outros itens, para que ele se sinta em casa.

 

4º. É obrigatório levar a carteira de vacinação e um atestado de trânsito emitido por médico veterinário particular (chamada guia de trânsito).

 

5º. Nunca dê comida durante a viagem: isso causa enjôo e altera o sistema digestivo.

 

6º. Rode com seu animal antes da viagem em distâncias curtas para que ele se acostume com o movimento do automóvel.

 

7º. O ar-condicionado deve ficar em uma temperatura próxima da externa.

 

8º. Não levar o animal solto nem com a cabeça para fora. Uma distração que o motorista tenha com o movimento do bicho pode ser fatal.

 

. Existem no mercado de pet shop calmantes naturais. Informe-se sobre o melhor com o seu veterinário, se isso for necessário.

 

10º. Outro produto que pode facilitar a sua vida são as fraldas veterinárias, que podem evitar um desastre na viagem.

 

Fonte :http://revista.webmotors.com.br/videos/saiba-carregar-o-seu-animal-de-estimacao-corretamente/1333466990062

Please reload

Posts Em Destaque

10 motivos para se hospedar no Casa da Montanha neste inverno!

July 5, 2018

1/3
Please reload

Posts Recentes